• CoronaKids

Alice Marques

Os meus pensamentos fechada em casa


Desde que estamos em casa, em isolamento social já há dois meses, tenho-me perguntado: Quando é que isto vai acabar? Será que vai acabar? Como vamos ficar? Quando vamos voltar à escola?

A minha cabeça anda num furacão de sentimentos mas tudo à volta de duas palavras: corona / vírus.

Quando vou comer penso que há pessoas que perderam o trabalho e não recebem dinheiro e tenho de agradecer por ter comida, bebida e uma casa com tudo o que é necessário.

Sinto um pouco de medo pois não quero que ninguém da minha família apanhe o vírus. Mas por outro lado sinto ternura para com a minha família pois podemos estar mais tempo juntos sem pressa e a desfrutar. Também sinto pena pois ninguém merecia morrer, ninguém tem culpa.

Não vejo a hora de isto acabar!